Ouça Orli Ricardo

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Polícia Civil prende três da mesma família com R$ 5 mil de dinheiro falso

Prisão ocorreu na noite de segunda-feira em Campos Novos
Delegado Lucas Fernandes da Rosa conta detalhes da Operação

Presos serão conduzidos à UPA de
Campos Novos (foto: Polícia Civil)
Coordenados pelo Delegado Lucas Fernandes da Rosa, a Polícia Civil de Campos Novos chegou a prisão em flagrante de três integrantes de uma quadrilha que portava dinheiro falso. A abordagem ocorreu na noite de segunda-feira, 28/01, por volta das 22h no município de Campos Novos. Os três criminosos são da mesma família, trata-se de Pedro Henrique Machado, Fábio Junior Stefanes Machado e Analice Gonçalves de Paula. Pedro é pai de Fábio, que é casado com Analice.

Segundo o delegado Lucas, o grupo já havia sendo investigado a cerca de três meses. Segundo informações obtidas pela Polícia, os agentes recorrentemente iam até ao Paraguai de onde traziam diversas mercadorias, dentre elas drogas, munições, armamento e dinheiro falsificado.

Diante das investigações, os Policiais ficaram de campana durante 4 horas na rodovia BR-282 (das 18h às 22h), até que avistaram o veículo Renault/Clio de cor preta, em que estavam os suspeitos. A polícia realizou abordagem e conduziu os três acusados até a Delegacia de Polícia.

Chegando ao local realizaram revista minuciosa no veículo e nos ocupantes, encontrando nas vestes de Analice Gonçalves de Paula a quantia aproximada de R$ 5 mil reais em dinheiro falso e mais 50 munições de calibre 32 que eram trazidas do Paraguai, além de uma câmera digital, onde havia fotos dos bandidos se exibindo com as notas falsificadas.

Material apreendido (foto: Polícia Civil)
Ainda segundo o delegado Lucas Fernandes, a qualidade da nota apreendida não é tão boa, porém, em algumas situações ela poderia circular sem a identificação da fraude. “Se você introduzir esta nota num período noturno ou entre diversas cédulas é possível que não se note de imediato que ela é uma nota falsificada”, explicou o delegado.

As investigações por parte da Polícia Civil vão continuar em busca de mais envolvidos no crime. Até o momento, portanto, apenas os três envolvidos da mesma família foram presos, mas, vale ressaltar que todos devem ficar atentos às notas que receberem, pois, poderá haver mais criminosos atuando na região com dinheiro falso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio