Ouça Orli Ricardo

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Menina desaparecida é encontrada no interior de Campos Novos

Lidiane estava na companhia do padrasto

A carta foi escrita pela menina e deixada na
casa da mãe (foto: Orli Ricardo)
Lidiane Aparecida Damaceno, de 11 anos, que estava desaparecida desde o início da tarde de terça-feira foi encontrada no final da tarde desta quarta-feira, 19/12, num sítio na localidade de Bela Vista, interior de Campos Novos.

Segundo a mãe da jovem, Sandra Alves Damaceno, 49 anos, um telefonema por volta das 19h da terça deu pistas de quem estaria com Lidiane. A menina teria falado com um irmão, e dito que iria passar o telefone para o padrasto, Carlos Cassol, 35 anos, neste momento a ligação foi finalizada.

Além disso, conforme Salete, o padrasto e um compadre haviam passado de carro pelo Bairro Aparecida dizendo a um conhecido que estariam se dirigindo até a comunidade de Bela Vista.

Com estas informações, familiares e os agentes da Polícia Civil se deslocaram até a comunidade encontrando posteriormente a menina que estava numa propriedade rural do pai de Carlos.

O homem foi encaminhado até a delegacia de Polícia de Campos Novos para as providências cabíveis. Em depoimento ele alegou que havia levado a criança até o sítio para participar de uma festa, mas que havia esquecido de avisar a mãe da menina. Já a jovem foi conduzida até Joaçaba para realizar exame de Corpo Delito. O caso está sendo analisado pela Polícia Civil.

Sandra Alves Bamaceno falou com exclusividade à Rádio Simpatia FM.

Carta de Lidiane à Mãe:

“Obrigado mãe por ter me dado seu amor, penso em você e morro de saudade, o seu nome vai comigo por onde eu for, na tristeza e na felicidade. Obrigado mãe por tudo que eu sou, pelo seu carinho, esperança e afeição, para você eu sou criança e quando vem a solidão, vou buscar abrigo em seu coração. Eu lhe agradeço minha mãe, as vezes que me consolou, e cada lágrima sentida, que por mim já derrubou, obrigado mão pelos beijos e conselhos que me deu, é a vida que você me fez ter, obrigado por tudo que eu sou, obrigado mãe por tanto que se sacrificou e tudo que fez pra me ver feliz, capaz de até morrer por mim, muito obrigada por me amar”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio