Ouça Orli Ricardo

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

MEC divulga relação do IDEB 2011 da Rede Pública e Privada

Rede de Ensino de Campos Novos atingem suas metas

O Brasil superou as metas na educação estipuladas pelo MEC (Ministério da Educação) para serem alcançadas em 2011 nos dois ciclos do ensino fundamental (de 1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano), mas apenas igualou a meta projetada para o ensino médio, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta terça-feira, 14/08.

O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública. Foi criado em 2007 e leva em conta dois fatores que interferem na qualidade da educação: rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e médias de desempenho na Prova Brasil.

A fórmula para se ter sucesso no Ideb é bem definida: para que o indicador de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente a sala de aula.

A Prova Brasil avalia o desempenho de estudantes em língua portuguesa e matemática no final dos ciclos do ensino fundamental, de 4ª série (5º ano) e 8ª série (9º ano), e no terceiro ano do ensino médio.

Em 2011, os estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental - 4ª série (5º ano) - tiveram 5,0 pontos. A meta era de 4,6, um índice que o país já havia obtido na avaliação anterior, em 2009.

Estudantes dos anos finais do ensino fundamental - 8ª série (9º ano) - tiveram 4,1 pontos em 2011. A meta era de 3,9, também uma marca obtida há dois anos.

Alunos do ensino médio tiveram o pior desempenho e crescem no ritmo mais baixo. Em 2011, eles alcançaram a meta projetada de 3,7 pontos. Nesta fase, o crescimento tem sido lento: em 2005 foi 3,4, em 2007 teve 3,5; em 2009, a nota foi de 3,6.

Cenário Local
Por: Orli Ricardo

Santa Catarina é o grande destaque da Pesquisa
A Rede de ensino catarinense com a divulgação do indicador respira aliviada, com o sentimento de dever cumprido. Santa Catarina é o estado brasileiro que apresenta o melhor índice do Ideb no País. O Índice da região Sul  é de 4,3, que está dentro da meta projetada à nível nacional. Santa Catarina, por sua vez, com 4,9 pontos, ultrapassou a média nacional e de quebra, sua própria projeção. Sua meta era 4,7 pontos.

No estado, os anos inicias (1° ao 5° ano) do Ensino Fundamental obtiveram 5,8 pontos. Com os alunos dos anos finais (6° ao 9° ano) a nota caiu para 4,9, mesmo assim, considerável um bom desempenho. A menor nota ficou por parte do Ensino Médio catarinense. Cuja qual, foi além da meta projetada pelo estado, que era de 4,1, melhorando em 2 décimos, atingindo 4,3 pontos, a melhor média do País.

No município de Campos Novos, tendo em vista as estimativas locais, os números também são animadores. De acordo com o Ideb 2011, o município alcançou a média de 5,3 pontos nos anos iniciais, enquanto a projeção era de 4,8. Nos anos finais do Ensino Fundamental, os resultados alcançaram exatamente a meta, que era de 4,3. Portanto, o saldo final das escolas camponovenses chegou a 4,8, o que significa que ficou acima da média estadual e, por conseguinte, também nacional.

Por recomendação Judicial, funcionários da Rede Municipal de ensino optaram por não conceder entrevista (neste período eleitoral), apenas externaram que se sentem felizes com os resultados obtidos e, que os mesmos atenderam as suas expectativas.

//
Fonte: Orli Ricardo, com Informações G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio