Ouça Orli Ricardo

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Força-Tarefa do Ministério Público defere duas prisões em Campos Novos

Servidores Públicos Municipais estariam envolvidos em corrupção no transporte escolar
Ministério Público desencadeia a operação juntamente com agentes das
Polícias Civil e Militar (Gaeco) e auditores da Receita Estadual 

A
 Operação Força-Tarefa realizada pelo Ministério Público Estadual (MPE) em Campos Novos levou à duas prisões preventivas e nove mandados de busca e apreensão. Os envolvidos são acusados de participar de um esquema de corrupção na área de transporte escolar, sendo que, em um destes mandados, também foi encontrado materialidade de outros crimes, no caso, posse de arma de fogo, acessórios de armamentos de uso controlado e munição de calibre restrito.

A Operação realizada desde a madrugada desta quarta-feira, 29/08, teve origem a cerca de cinco meses, partindo de denúncias que chegaram ao Promotor de Justiça da Comarca de Campos Novos, Jean Pierre Campos. Tais informações foram repassadas pelo promotor ao GAECO (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado) de Chapecó, que lideradas pelo Capitão José Ivan Schelavin, chegaram à apuração de informações relevantes de autoria e materialidade. De acordo com o Dr. Jean, a partir destes dados, foi possível que a promotoria de justiça chegasse aos envolvidos e assim, solicitasse os mandados de busca e prisões que aconteceram hoje no município.

Além da Promotoria e do Ministério Público, estavam a par das investigações a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil, Polícia Militar e Secretaria de Estado da Fazenda (SEF). Desde as 5h da manhã desta quarta-feira trabalhando na operação, 19 agentes dos órgãos participantes, detectaram a origem de um esquema de superfaturamento e lavagem de dinheiro por parte de alguns servidores da Secretaria Municipal de Educação e da Secretaria Municipal de Obras.

Como a operação está em fase de conclusão na parte de interrogatório, testemunhas ainda serão ouvidas, inclusive aquelas que sofreram mandados de busca e apreensão darão depoimentos.

A Força-tarefa continua até nesta quinta-feira. Os presos preventivos vão ficar recolhidos na UPA (Unidade Prisional Avançada), à disposição da justiça e das investigações. A próxima fase, se for o caso, vai ser a etapa de ação penal para apurar eventual crime contra a administração pública.

10 comentários:

  1. Uma vergonha , dois caras que tem tudo na vida e ainda ter a coragem de passar a perna na sociedade .
    Na minha opinião Amarildo Marcon e Edovaldo Piana, deveriam ser linchados, pois a sociedade não precisa de pessoas baixas como essas ......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tu sabe o nome dos envolvidos antes da divulgação,é por que tem o rabo preso...é facil falar dos outros.

      Excluir
    2. seu filho da puta falando o que nao sabe vc pode morre

      Excluir
  2. Só oque falatava em Capos Novos !!!!!!!!! Mas eu vi que eram muitas bestas e vans transportanto crianças !!!!!! é ma vergonha !1 tem que pagar esses corruptos , ainda bem que existe a lei !! mais uma vez atuando muito bem em nossa cidade !! Parabéns as equipes de policia

    ResponderExcluir
  3. Além desse o NILSON da prefeituras/secretaria de obras

    ResponderExcluir
  4. Alguém saabe quem são os acusados???

    ResponderExcluir
  5. Estranho ter acontecido isso próximo da eleição, será q é munição pra oposição? heheheh

    ResponderExcluir
  6. Um trabalho muito bem feito pelo Ministério Público de Campos Novos e pelas polícias, são essas ações que nos fazem acreditar que podemos melhorar a situação no nosso país, identificando os corruptos e afastando-os dos cargos públicos.

    ResponderExcluir
  7. Sera que tambem vao ir a fundo nos concursos em que pessoas que passaram e nunca tiveram seu emprego.......

    ResponderExcluir
  8. Saludos ivan....soy alicia de argentina...

    ResponderExcluir

comente aqui

No seu rádio