Ouça Orli Ricardo

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Minha Casa Minha Vida: Limite de crédito aumenta para R$ 130 mil no Meio-Oeste


Titon comemora elevação do teto para financiamento. "Era o benefício
mais esperado e que vai gerar grande desenvolvimento
para essas regiões". Foto: Miriam Zomer/Alesc
Moradores das recém-criadas regiões metropolitanas do Extremo-Oeste e Contestado (Meio-Oeste) agora estão mais próximos de realizar o sonho da casa própria. Aprovado e sancionado o Projeto de Lei Complementar (PLC) de autoria do Executivo e relatado pelo deputado Romildo Titon (PMDB), a população local passou a obter uma série de benefícios. O mais esperado era o aumento do teto para financiamentos habitacionais junto a instituições  do Governo Federal e que já está valendo desde a última segunda-feira, dia 23. É que o IBGE já atualizou a área dos 94 municípios abrangidos como integrantes de região metropolitana e, por isso, o limite de crédito passou de R$ 80 mil para R$ 130 mil, no pedido de financiamentos do Programa Minha Casa, Minha Vida, por exemplo.

A partir de agora, os moradores dessas regiões já podem acessar os valores reajustados no simulador do site do banco -www.caixa.gov.br. “Este era o benefício mais esperado, que agora passa a estar disponível para toda a população do Extremo-Oeste e Meio-Oeste. Isso irá ajudar muito no desenvolvimento dessas regiões”, ressaltou Titon. Outra vantagem da região metropolitana está na telefonia, já que um telefonema feito de uma cidade para outra, dentro da região metropolitana, tem custo de uma ligação local.

Entre os demais benefícios estão o desenvolvimento regional planejado, turismo e saneamento básico regionalizado, parceria na destinação ordenada do lixo, consórcios e mobilidade urbana. Um ponto importante será o aumento do valor, por aluno, que fazem parte do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), de R$ 25,00 para R$ 40,00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio