Ouça Orli Ricardo

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Campos Novos não terá carro de som na Campanha Eleitoral 2012

Campos Novos acatou pela não utilização de carros de som
Na manhã de quinta-feira, 26, candidatos ao Legislativo e Executivo dos municípios pertencentes à Sétima Zona Eleitoral (Campos Novos, Brunópolis, Vargem e Zortéa), estiveram reunidos com o Promotor de Justiça, Jean Pierre Campos, que repassou orientações sobre a Lei Eleitoral.

O alvo da reunião foi a utilização de carro de som. A proposta sugerida pelo Promotor Eleitoral, Jean Pierre Campos pela não utilização de carros de som, foi acatada pelos candidatos de Campos Novos e Zortéa. A restrição será confirmada por meio de termo de compromisso, que será assinado dentro dos próximos dias, por representantes de coligações.

Como não houve um consenso unanime por parte dos candidatos de Vargem e Brunópolis, esses dois municípios irão utilizar carro de som. O foco da proposta era não atrapalhar o trabalho de órgãos públicos, nem gerar desconforto na população local com o excesso de barulho gerado pelos carros de som. Dr. Jean ressaltou que a utilização desse meio de comunicação em municípios de pequeno porte é inviável e que a fiscalização seria severa, caso os candidatos desrespeitassem o limite de até 200 metros de escolas, igrejas e outros órgãos públicos, definido pela lei eleitoral. Segundo ele, a Lei permite esse tipo de Campanha, mas, praticamente desautoriza, já que não tem como saber o que é e o que não é um prédio público. 

Outro ponto enfatizado pelo Promotor foi a prestação de serviços por crianças e adolescentes, como distribuir santinhos. A lei eleitoral é omissa quanto a presença de crianças e adolescentes em trabalhos eleitorais, no entanto, Dr. Jean enfatiza que esta proibição está baseada em leis específicas, como o Estatuto da Criança e Adolescente.

A reunião aconteceu na Fundação Cultural Camponovense, com duração de cerca de uma hora e meia e teve outros assuntos abordado, além de esclarecimentos de dúvidas dos candidatos.

Fonte: Gisiane Agostini / O Celeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio