Ouça Orli Ricardo

terça-feira, 24 de abril de 2012

Em jogo eletrizante, Chelsea desbanca favoritismo do Barcelona e se garante na final da Champions League

Jogo de ataque contra defesa teve expulsão de Terry no primeiro tempo, golaço de brasileiro e pênalti decisivo perdido por Messi


Barça sai na frente com gol de Busquets 
Barcelona e Chelsea fizeram um jogo de ataque contra defesa. Num Camp Nou lotado, o que se viu foi o time da casa determinado a tirar a vantagem dos Blues desde o início da partida. O Barça precisava de dois gols de diferença para garantir a vaga na final da Champions League, já que no jogo de ida, em Londres, havia perdido pelo placar mínimo.
  O Timaço conduzido por Josep Guardiola entrou focado em campo, sem misturar a determinação com desespero partiu para cima do Chelsea. Com amplo domínio de posse de bola, o Barcelona trocava passes no campo de ataque adversário, aguardando oportunamente uma brecha na zaga do time Londrino.
A habilidade dos homens de frente do Barça prevalecia ao esquema da defesa montado por Roberto Di Matteo e constantemente os atacantes apareciam cara-a-cara com Petr Cech. De tanto insistir o time da casa teve o que queria. Após boa troca de passes na entrada da área, Cuenca cruzou para Busquets empurrar para o fundo das redes, marcando o primeiro do Barcelona, para delírio da torcida.
Com este resultado o Barcelona ainda precisava de mais um gol para garantir a classificação sem depender das penalidades. Messi e companhia continuavam atacando sem dar chance aos Blues, foi quando o capitão Terry resolveu dar um empurrãozinho a favor do Barça, ou melhor uma pancada. O zagueirão deu uma joelhada no atacante Alexis Sánchez sem bola, vermelho na hora. Resultado disso, Chelsea com um a menos e mais pressão do Barça.
Antes de encerrar o primeiro tempo, aos 43 minutos os donos da casa marcaram o segundo gol com Iniesta, com assistência de Messi. O Camp Nou quase veio a baixo. Dois gols de vantagem, um jogador a mais, jogando em casa, torcida incentivando o time, Galvão Bueno profetizando um chocolate, enfim, um primeiro tempo dos sonhos... Isso se Ramirez, meio campo do Chelsea, não quisesse começar a estragar a festa. Após lançamento em profundidade de Lampard, Ramirez ficou de frente com Valdez e teve tranqüilidade para tocar por cobertura na saída do goleiro marcando um golaço.


Na Hora "H" Messi falha e vê Chelsea se garantir na Final da Liga

Após o retorno para o segundo tempo a única coisa que mudaria eram os lados do campo que as equipes iriam atacar, ou melhor, o Barcelona iria bombardear. A postura de ambas as equipes continuaram as mesmas. Barcelona pressionando e Chelsea se segurando lá atrás.
Logo aos dois minutos pênalti para o Barcelona. Era a grande chance de Lionel Messi marcar após dois jogos em branco. No entanto, o camisa 10 parou na Trave! Desperdiçando uma ótima oportunidade de carimbar o passaporte para a finalíssima.
O tempo ia passando e os dois técnicos em meio à apreensão iam mudando as peças do jogo. Enquanto Di Matteo, pelos lados do Chelsea, tirava seus armadores e homens da frente para recompor sua defesa, mantendo apenas Drogba na frente, Guardiola orientava seus jogadores a irem à frente insistindo no toque de bola e chutes a meia distância.
Expectadores que acompanhavam o jogo, em certo momento da pressão, juram ter visto a Rainha da Inglaterra de baixo das traves auxiliando o goleirão tcheco. Se ela esteve, não se sabe, o que de fato se viu foi que a bola custou, e não entrou mais no gol de Cech.
Torres determina a queda do gigante
 Diferentemente do gol do adversário, que num contra-ataque fulminante do Chelsea, já nos acréscimos da partida, sentiu o golpe de misericórdia. Após um chutão da defesa inglesa a bola sobrou para Fernando Torres que sozinho conduziu a bola, driblou Valdez e determinou a queda do gigante.
Com o empate de 2 a 2, o Chelsea se garantiu na grande final da Champions League e agora aguarda o jogo de volta entre Real Madrid e Bayern de Munique para conhecer o seu adversário. Vantagem para o Bayern que no primeiro jogo venceu os merengues por 2 a 1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio