Ouça Orli Ricardo

domingo, 30 de janeiro de 2011

Reportagem Especial: Doenças Bucais

O MAL NA BOCA DO POVO


A falta de conhecimento contribui para o aumento das doenças bucais

A
 saúde do ser humano começa pela boca. Se ela não estiver saudável, os problemas vão se refletir em todo o organismo. A falta de informação das pessoas faz com que haja um descaso com a saúde bucal, ocasionando o aparecimento de vários males responsáveis pela deficiência da saúde da boca, dos dentes e da língua.
O hábito de não visitar regularmente o dentista contribui para a falta de informação e de prevenção contra as doenças bucais. De acordo com dados de 2003 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 30 milhões de brasileiros nunca estiveram em um consultório odontológico.

“Cerca de 30 milhões de brasileiros nunca estiveram em um consultório odontológico”
Segundo a dentista Natália de Souza Costa, especialista em pediatria, a procura aos consultórios odontológicos acontece de acordo com o poder aquisitivo do paciente. “Se a pessoa tiver maiores condições, a visita ao consultório é com mais freqüência, no entanto se for uma pessoa mais humilde, a procura por atendimento acontecerá apenas quando ela sentir dor”, enfatiza a dentista.
Natália destaca que o cuidado com a boca deve começar logo nos primeiros meses de vida. “Se os pais se conscientizarem da importância do cuidado com a boca das crianças e conscientizarem também os seus filhos, a higienização se tornará um hábito como o de tomar banho, e muitos problemas poderão ser evitados”, afirma. 

“Conscientização dos cuidados com a boca deve iniciar nos primeiros meses de vida”
As infecções bucais são disseminadas pelo organismo, afetando outros órgãos e comprometendo a resistência e a saúde do corpo. Problemas no coração, reumáticos e de estômago, dores de cabeça e febre são algumas das enfermidades causadas pelas doenças da boa.  E o que a maioria da população não sabe é que os problemas bucais não se limitam apenas a cáries e aftas.
A falta de higiene e de cuidados essenciais com a limpeza dos dentes e de toda a cavidade bucal são responsáveis por doenças que vão desde uma simples gengivite até tumores. O câncer da boca é uma doença que atinge os tecidos da região bucal. Estudos indicam que bebidas alcoólicas e enxaguantes bucais em excesso podem estimular o processo de desenvolvimento do câncer.
Contudo, a principal causa dos problemas relacionados à saúde da boca, se dá devido a falta de informação da população. As pessoas desconhecem as doenças bucais, e conseqüentemente, seus modos de prevenção.
Prevenção desde cedo: A dentista Natália alerta para
 o cuidado com a saúde bucal das crianças
As doenças bucais mais freqüentes são a cárie e a doença periodontal. A cárie, por sua vez, é encarada pelas pessoas como um problema comum, onde o acompanhamento pelo dentista deve ser feito apenas quando houver dor. Porém, ela pode ter uma evolução crônica e contribuir para a destruição total do dente, sem que o paciente tenha sentido dor alguma. 
Já a doença periodontal inicia-se com uma pequena inflamação na gengiva, notada por um pequeno sangramento ao escovar os dentes ou passar o fio dental.  Quando não tratada, essa doença pode levar à perda total dos dentes, provocando problemas de digestão e deformação da face.  
 

2 comentários:

  1. Engana-se a mãe que pensa que a saúde bucal dos filhos começa quando nascem os dentinhos. Pois mesmo antes que eles comecem a despontar na gengiva, é necessário uma higienização diária, com pano macio e úmido, pode ser uma fralda. O importante é a mãe ser cuidadosa e evitar o acúmulo de qualquer substância na boquinha do bebê, mesmo que seja leite. E também cuidar da alimentação dela, consumindo alimentos naturais e fibras, para fortalecer a arcada dentária e contribuir para uma amamentação saudável.

    Vou deixar uma dica para ajudar:

    http://bit.ly/94I0Zj

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelas dicas Jordana!
    O cuidado com nossas crianças nunca é demais.

    ResponderExcluir

comente aqui

No seu rádio