Ouça Orli Ricardo

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

EDITORIAL 2011 !!!

É hora de eliminar a ferrugem e voltar à ativa...
 Durante o ano passado, na medida do possível estivemos atualizando os assuntos e remodelando o weblog. Uma certa mudança ideológica também ocorreu em conseqüência da inserção de mais uma colaboradora nesse espaço.
   Procuramos explorar todas as novas ferramentas disponibilizadas pelo sistema blogger a fim de levar as principais informações da maneira mais simples e de fácil acessibilidade.
  Entretanto, reservava-se as postagens a grande evolução que tínhamos como proposta: mais atualizações com temas relevantes.
   Além da atenção atribuída para a esfera local e regional, no ano passado tratamos ainda, de assuntos de âmbito nacional e mundial. Uma forma de atender o público de mais de 30 países que nos acompanham.
   Em 2010, fomos seguir os passos dos DESGARRADOS DO JORNALISMO, quando mostramos a realidade dos nossos ex-colegas da primeira turma de Jornal da Unoesc. Uma ideia que deu muito certo.
   Acompanhamos a nível regional a onda de violência que assombra os moradores do Meio-Oeste. Assaltos e assassinatos infelizmente eram presença constante em nossas páginas. No entanto, não deixaremos de lembrar de um caso em especial: Andressa Holz. Aliás, essa é uma oportunidade para reforçarmos os votos de que a justiça seja feita! Mais uma ocasião para questionarmos as autoridades e expor a revolta da população que ainda espera por uma resposta. Não é possível que seja esse o desfecho do caso, existe um monstro ainda em liberdade!
  Recortamos também do Brasil as pautas desse espaço. O Rio de Janeiro, cenário de muitas belezas como diz a canção de Gilberto Gil “(...)O Rio de Janeiro continua lindo(...)”, e além de lindo também segue agitado e sobretudo, perigoso. As ações da Segurança Pública soaram como um basta em toda e qualquer ação criminosa no Rio. Iniciativa que encheu de orgulho e esperança o povo carioca.
  Todavia, nem só de confrontos o Brasil vive. As eleições daqui foram destaque no mundo inteiro. A Lei da Ficha Limpa deu o que falar, porém, nada se compara a repercussão da legitimação da primeira Presidente (vamos parar de Presidenta!) do Brasil: Dilma Rousseff.
  O humorista Tiririca roubou a cena em alguns momentos. No posto de deputado mais votado de São Paulo teve de provar que não era tão “abestado” quanto as autoridades julgavam ser.
  E como seria utilizar-se da Internet e esquecer de contextualizar o resto do Mundo? É como ir para Paris e não visitar a Torre Eiffel.
   Acompanhamos na TV e Internet o Resgate dos Mineiros Chilenos, para as emissoras um prato cheio. A audiência ficou equivalente há uma final de Copa do Mundo! E por falar em Copa do Mundo, justiça foi feita, e novamente a seleção canarinho não chegou nem perto de levantar o caneco.
  Desde o Editorial de 2010 um ano se passou. Lá atrás comemorávamos as ações de solidariedade que os povos de todo o mundo prestavam às catástrofes do Haiti. Hoje, lamentavelmente em mais um início de ano a natureza revela todo o seu descontentamento como "bicho homem", reagindo em resposta deles próprios.
  Difícil é aceitar que a pátria feriada é nossa Pátria Amada. A dor que é sentida bem pertinho há poucos palmos de chão.
  Agora em 2011 certamente iremos vivenciar diversas emoções. Torço que as nossas lágrimas sejam apenas das saborosas crises de risos e gargalhadas que teremos. Quanto ao que devemos esperar pelo ano novo, eu afirmo que NADA!
   Que 2011 seja de muitas realizações e principalmente de AÇÕES! Que reservemos um cantinho apenas  para a esperança, daquilo que diretamente não depende de nós. No entanto, que nosso corpo e nossa alma seja invadido por forças incontroláveis que incentivem e tenham sede de atitudes, pois somente com atitudes corretas alimentaremos os nossos sonhos e construiremos um FELIZ 2011!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio