Ouça Orli Ricardo

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Urnas descordam pesquisas e Colombo vence no 1º Turno

Ideli Salvatti reclama das Análises de Boca de Urna

Assim como ocorreu nas eleições para presidente, - quando Serra se garantiu com uma certa margem para o segundo turno - em Santa Catarina o panorama se repetiu, as pesquisas falharam, resultando numa considerável diferença em relação as análise de Boca de Urna.
Nas eleições catarinenses o fenômeno da “Multiplicação de Votos” transformou -se em realidade, tanto para o candidato Raimundo Colombo (DEM), quanto para a Ideli Salvatti (PT), ambos concorrendo ao governo do estado.
Nas vésperas do pleito, pesquisas apontavam que haveria segundo turno em Santa Catarina, no entanto, depois de apuradas as primeiras urnas no estado, Colombo sempre se manteve acima dos 50% , o que lhe concederia a vitória já no primeiro turno.
O resultado surpreendeu até mesmo o candidato eleito, que acompanhava as apurações em Lages, na Serra Catarinense. Colombo teve quase 1 milhão de votos de vantagem em relação a segunda colocada Ângela Amim (PP).
O resultado das Urnas também causou avessa na candidata Petista Ideli Salvatti, que chegou a mencionar que as pesquisas a prejudicaram, pois o desempenho que teve nas urnas foi muito mais expressivo do que atribuíam os Institutos de Pesquisas às vésperas do pleito.
Ainda no decorrer da apuração dos votos, em entrevista a TVBV, Ideli se demonstrou confiante na sua disputa do segundo turno. A candidata reclamou acintosamente dos números incongruentes apresentados nas pesquisas e ainda disse que tal ato se constitui há um verdadeiro crime eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comente aqui

No seu rádio