Ouça Orli Ricardo

terça-feira, 19 de outubro de 2010

JORNALPÉDIA- OS DESGARRADOS DO JORNALISMO PARTE 1

No primeiro semestre de 2008, um fato em especial marcou a comunicação regional: A primeira turma de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo em Joaçaba.
Aproximadamente 40 acadêmicos ingressaram nesse novo desafio, mas nem todos continuaram
A partir de hoje, iniciaremos oficialmente o quadro “Jornalpédia – Os desgarrados do Jornalismo”.



Entrevista Com Silvia Palma: Um Exemplo de Liderança



Formada em Publicidade e Propaganda, Silvia Palma ingressou no curso de Jornalismo por ser seu grande sonho, vocação descoberta quando iniciou seus trabalhos na TV Catarinense. Como referencial tinha seu ex-cunhado Marcos Valnei de Souza, radialista que atua na Rádio Catarinense de Joaçaba.
Ao entrar na TV Catarinense, Silvia teve como mestre o editor chefe Edy Serpa. Um profissional extremamente perspicaz e incentivador. Mesmo sem formação em jornalismo, Edy emplacava matérias a nível nacional. Aliás, em relação a profissão de jornalista com diploma, Silvia acredita que o respaldo técnico é essencial, é a favor da formação superior, mas totalmente contra menosprezar o trabalho de milhares de bons profissionais que estão no mercado e não tem formação.
Silvia trabalhou na TV Catarinense por 10 anos. Galgou em diversas atividades até chegar a produção de reportagens.
Em 2008, Silvia entrou para a primeira turma de Jornalismo da Unoesc de Joaçaba. No entanto, esse caso de amor com curso foi lamentavelmente interrompido. Devido à questão financeira e ainda, por alguns desentendimentos com a parte administrativa da Unoesc, Silvia optou por adiar seu sonho de ser jornalista por formação. Deixou um sonho, uma lacuna na turma e, sobretudo, muitos amigos e admiradores.
Silvia Palma foi uma das vozes mais ativas da turma de Jornalismo. Durante os três semestres em que freqüentou a sala de aula, esteve sempre a frente das principais reivindicações. Todavia, atrás daquele perfil exigente, peculiaridade de todos os líderes, existia um coração singelo e bondoso.
Silvia deixa um recado para os antigos colegas de Jornalismo. “Gostaria muito de encontrar meus colegas da primeira turma de jornalismo da Unoesc no mercado de trabalho. Como dica, diria para que leiam muito, ampliem seus vocabulários, prestem atenção em todos os tipos de assunto, olhem as coisas com sensibilidade e produzam com o coração”, declara.
Nossa primeira entrevistada do “Reality Show Desgarrados do Jornalismo” com carinho lembra também dos agitos que fazia com a turminha de Jornal. “Ah... diria também que morro de saudades de vocês e de tumultuar as aulas (risos)”, diz.
E no último recado, Silvia ressalta que não esqueçam o seu convite para a formatura.

6 comentários:

  1. Que legal Orli... Boa iniciativa **
    Acho que as aulas de WEBJORNALISMO tem motivado todos nós.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Uauuu Orli.. Muito legal, ideia muito otima.

    Boa sorte

    ResponderExcluir
  3. Bacana Orli...obrigada pela delicadeza e pela forma como descreveste minha personalidade..heheh

    Sinto saudades de vocês! estou ansiosa para saber por onde andam os outros desgarrados... vou ficar antenada aqui....

    Quano vierem à Videira passem na assessoria de imprensa da Prefeitura para tomar um cafezinho comigo...

    Beijo pra toda galera....

    ResponderExcluir
  4. Orli,

    Parabéns por sua expressividade, pois conseguiu em poucas palavras mostrar a grande alma que é a Silvia, uma figura impar ...
    Um exemplo de luta e idealismo ...
    Grande abraço,

    Marcos

    ResponderExcluir
  5. PARABENS ORLI ESTOU ANSIOSA PARA CONHECER A HISTORIA DOS OUTROS DESGARRADOS DO JORNALISMO...

    ResponderExcluir
  6. OI, conheço um jornalista, que atuou na Globo, que se chama Silvio Palma.

    ResponderExcluir

comente aqui

No seu rádio